São Cristóvão de Futebol e Regatas (RJ) – Campeão do Torneio Municipal de 1943

SÃO CRISTOVÃO 2×0 BONSUCESSO / 11 de abril de 1943 / Campo do América, no Rio de Janeiro / Árbitro: Guilherme Gomes / Gols: Alfredo, Caxambu / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Pelado e Mundinho, Bianchi, Dodô e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, Caxambu, Nestor e Magalhães / BONSUCESSO: Pintado, Clodoaldo e Toninho ou Tourinho; Bolinha, Telesca e Jaime; Sá, Careca, Bororó, Eunápio e Lenine

SÃO CRISTÓVÃO 2×0 VASCO DA GAMA / 18 de abril de 1943 / Campo do Madureira, no Rio de Janeiro / Árbitro: Durval Caldeira / Gols: Nestor (2) / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Pelado e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, Caxambu, Nestor e Magalhães / VASCO DA GAMA: Alfredo, Haroldo, Oswaldo Carvalho, Octacílio, Figliola e Argemiro, Ademir, Lelé, Isaias, Jair e Orlando / Técnico: Ondino Vieira

SÃO CRISTOVÃO 4×2 BANGU / 25 de abril de 1943 / Campo do Bonsucesso, no Rio de Janeiro / Árbitro: Haroldo Drolhe da Costa / Gols: Alfredo (2), Caxambu, Nestor, Moacir (2), Pelado (contra) / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Pelado e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, Caxambu, Nestor e Magalhães / BANGU: Ananias, Enéas, Mineiro, Nadinho, Antônio, Adauto, Otacílio, Madureira, Moacir Bueno, Baleiro, Joaquim /Técnico: Antônio Manfrenatte / Obs: Partida suspensa aos 20 minutos do 2º tempo por falta de bola reserva. Os 25 minutos restantes foram disputados no mesmo local, no dia 29 de abril

SÃO CRISTOVÃO 4×0 MADUREIRA / 02 de amio de 1943 / Campo do América, no Rio de Janeiro / Árbitro: José Pereira Peixoto / Gols: Alfredo, Caxambu, (2), Santo Cristo / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Pelado e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, Caxambu, Nestor e Magalhães / MADUREIRA: Louro, Rubem e Geraldo; Esteves, Nilton e Alegrete; Jorge, Waldemar, Durval, Valdir e Murilinho

SÃO CRISTOVÃO 2×5 BOTAFOGO / 09 de maio de 1943 / Campo do Fluminense, no Rio de Janeiro / Árbitro: José Pereira Peixoto / Gols: Santo Cristo, Nestor; Pirica (2), Heleno de Freitas (2) e Tovar / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Augusto e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, Caxambu, Nestor e Magalhães / BOTAFOGO: Aymoré Moreira, Caieira e Danilo; Zarci, Hélio e Gonzales; Lula, Geninho, Heleno de Freitas, Tovar e Pirica

SÃO CRISTOVÃO 4×1 FLAMENGO / 16 de maio de 1943 / Estádio de General Severiano, no Rio de Janeiro / Árbitro: Carlos Gomes Potengy / Gols: João Pinto (2), Nestor (2), Pirilo / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Augusto e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, João Pinto, Nestor e Magalhães / FLAMENGO: Jurandir, Domingos, Newton, Artigas, Quirino, Jaime, Nilo, Zizinho, Pirilo, Alarcon e Vevé

SÃO CRISTÓVÃO 1×0 AMÉRICA / 23 de maio de 1943 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Árbitro: Guilherme Gomes / Gol: João Pinto / SÃO CRISTÓVÃO: Veliz; Pelado e Augusto; Bianchi, Papetti e Castanheira; Santo Cristo, Alfredo, João Pinto, Nestor e Magalhães / AMÉRICA: Cabrita; Osni e Gritta; Itim, Domício e Laxixa; Jorginho, Maneco, César, Lima e Esquerdinha

SÃO CRISTOVÃO 4×2 FLUMINENSE / 30 de maio de 1943 / Campo do Flamengo, no Rio de Janeiro / Árbitro: José Pereira Peixoto / Gols: Nestor (3), Santo Cristo; Pedro Nunes, Papeti (contra) / SÃO CRISTOVÃO: Joel, Augusto e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, João Pinto, Nestor e Magalhães / FLUMINENSE: Batatais, Norival e Renganeschi; Bioró, Spineli e Afonsinho; Pedro Amorim, Pedro Nunes, Maracai, Tim e Carreiro

SÃO CRISTOVÃO 6×6 CANTO DO RIO / 06 de junho de 1943 / Estádio Caio Martins, em Niterói / Árbitro: Oscar Pereira Junior / Gols: João Pinto (2), Santo Cristo (3), Alfredo; Fantoni (2), Danilo, Vadinho, Mical (2) / SÃO CRISTOVÃO: Veliz, Augusto e Mundinho, Bianchi, Papeti e Castanheira, Santo Cristo, Alfredo, João Pinto, Nestor e Magalhães / CANTO DO RIO: Pedrinho, Gerson e Laranjeira; Bolinha, Danilo e Alcebíades; Orlandinho, Fantoni, Mical, Carango e Vadinho.

Fonte: Jorge Costa

Goiânia Esporte Clube (Goiânia – GO) – Campeão Goiano de 1948

Após uma disputada acirrada com o Atlético e o Goiás, o Goiânia conquistou o título de Campeão Goiano de 1948. Abaixo sua campanha:

23 de maio de 1948
Goiânia 2×2 Vila Nova, em Goiânia
27 de junho de 1948
Goiânia 2×1 Goiás, em Goiânia
18 de julho de 1948
Goiânia 2×0 Anapolina, em Anápolis
25 de julho de 1948
Goiânia 4×0 Bancária, em Goiânia
01 de agosto de 1948
Goiânia 9×0 Botafogo, em Goiânia
15 de agosto de 1948
Goiânia 0x2 Atlético, em Goiânia
05 de setembro de 1948
Goiânia 3×1 Vila Nova, em Goiânia
03 de outubro de 1948
Goiânia 0x0 Goiás, em Goiânia
17 de outubro de 1948
Goiânia 4×0 Bancária, em Goiânia
31 de outubro de 1948
Goiânia 2×1 Anapolina, em Goiânia
05 de dezembro de 1948
Goiânia 8×0 Botafogo, em Goiânia
12 de dezembro de 1948
Goiânia 3×1 Atlético, em Goiânia

Fonte: Arquivos do Autor e Gazeta Esportiva / SP

Cotinguiba Sport Club (Aracaju – SE) – Campeão de Aracaju de 1941

Em 1941 a equipe do Cotinguiba Sport Club sagrou-se campeã de Aracaju,
conquistando ainda a maior goleada do certame e e tendo o artilheiro da competição.
Porém na decisão do título com o Riachuelo (campeão do Interior),
a equipe acabou sendo derrotada. Abaixo a campanha na conquista do título:

Turno Único

03.08.1941
Cotinguiba 4×2 Siqueira Campos, em Aracaju
24.08.1941
Cotinguiba 3×6 Palestra, em Aracaju
21.09.1941
Cotinguiba 6×1 Vasco da Gama, em Aracaju
19.10.1941
Cotinguiba 15×0 Guarany, em Aracaju
28.12.1941
Cotinguiba 2×1 Sergipe, em Aracaju
11.01.1942
Cotinguiba 5×1 Paulistano, em Aracaju

Artilheiros

Gordinho 16 gols
Pirricha 05 gols
Baianinho 03 gols
Zé Grilo 03 gols
Deixa 03 gols
Percy 02 gols
Lô 01 gol
Zeca 01 gol
Marião 01 gol

Fonte: Biblioteca Digital

Sport Club Internacional (Porto Alegre – RS) – Campeão Gaúcho de 1950

Campeonato de Porto Alegre

10.09.1950
Internacional 5×1 Corinthians (Porto Alegre), em Porto Alegre
23.09.1950
Internacional 1×1 Nacional (Porto Alegre), em Porto Alegre
04.10.1950
Internacional 2×0 São José (Porto Alegre), em Porto Alegre
15.10.1950
Internacional 2×3 Renner (Porto Alegre), em Porto Alegre
21.10.1950
Internacional 3×1 Cruzeiro (Porto Alegre), em Porto Alegre
28.10.1950
Internacional 0x0 Grêmio (Porto Alegre), em Porto Alegre
08.11.1950
Internacional 4×0 Corinthians (Porto Alegre), em Porto Alegre
19.11.1950
Internacional 3×1 Nacional (Porto Alegre), em Porto Alegre
25.11.1950
Internacional 1×1 São José (Porto Alegre), em Porto Alegre
29.11.1950
Internacional 2×0 Renner (Porto Alegre), em Porto Alegre
17.12.1950
Internacional 3×1 Cruzeiro (Porto Alegre), em Porto Alegre
24.12.1950
Internacional 0x0 Grêmio (Porto Alegre), em Porto Alegre
27.12.1950
Internacional 4×3 Grêmio (Porto Alegre), em Porto Alegre
30.12.1950
Internacional 1×0 Grêmio (Porto Alegre), em Porto Alegre

Campeonato Estadual

10.01.1951
Internacional 4×1 Floriano (Novo Hamburgo), em Porto Alegre
13.01.1951
Internacional 1×1 Uruguaiana (Uruguaiana), em Porto Alegre
17.01.1951
Internacional 1×0 Brasil (Pelotas), em Porto Alegre

Tuna Luso Comercial (Belém – PA) – Campeã Paraense de 1948

A Tuna Luso Comercial conquista após 7 anos de jejum o título de Campeão Paraense de 1948. Abaixo a campanha da campeã:

13.06.1948
Tuna Luso 1×1 Auto Clube, em Belém
27.06.1948
Tuna Luso 5×3 Remo, em Belém
18.07.1948
Tuna Luso 3×0 Paulista, em Belém
22.08.1948
Tuna Luso 4×1 Paysandu, em Belém
12.09.1948
Tuna Luso 0x2 Remo, em Belém
06.11.1948
Tuna Luso 2×1 Paulista, em Belém
05.12.1948
Tuna Luso 3×1 Paysandu, em Belém
11.12.1948
Tuna Luso 3×1 Auto Clube, em Belém
19.12.1948
Tuna Luso 2×0 Remo, em Belém
26.12.1948
Tuna Luso 1×2 Paysandu, em Belém
22.01.1949
Tuna Luso 1×1 Paulista, em Belém

Operário Futebol Clube (Campo Grande) – Campeão Matogrossense de 1974

24.11.1974
Operário 2×0 Ubiratan (Dourados), em Campo Grande
27.11.1974
Operário 3×0 União (Rondonópolis), em Campo Grande
01.12.1974
Operário 0x2 Operário(Várzea Grande), em Cuiabá
04.12.1974
Operário 0x0 Mixto (Cuiabá), em Cuiabá
08.12.1974
Operário 1×2 Dom Bosco (Cuiabá), em Cuiabá
15.12.1974
Operário 1×1 Comercial (Campo Grande), em Campo Grande
16.02.1975
Operário 1×1 Operário (Várzea Grande), em Campo Grande
05.03.1975
Operário 1×0 Dom Bosco (Cuiabá), em Campo Grande
23.03.1975
Operário 4×0 Mixto (Cuiabá), em Campo Grande
06.04.1975
Operário 2×0 União (Rondonópolis), em Rondonópolis
13.04.1975
Operário 0x0 Comercial (Campo Grande), em Campo Grande
19.04.1975
Operário 2×1 Ubiratan (Dourados), em Dourados
20.04.1975
Operário 2×2 Dom Bosco (Cuiabá), em Cuiabá
23.04.1975
Operário 1×1 Dom Bosco (Cuiabá), em Campo Grande
27.04.1975
Operário 2×1 Dom Bosco (Cuiabá), em Campo Grande

Fonte: Sérgio Santos

Mixto Esporte Clube (Cuiabá – MT) – Campeão Matogrossense de 1949

Mixto 2×2 Dom Bosco / 24 de abril de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Alberto Figueiredo / Gols do Mixto: Batico e Edgar Curvo / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Clarindo, Edgar Curvo, Gerbes, Batico, Iris, Cajabi, Uirton e Mingote

Mixto 2×0 Moto / 29 de maio de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Edu Xavier / Gols do Mixto: Batico e Uirton / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Clarindo, Edgar Curvo, Gerbes, Cajabi, Uirton, Mingote, Iris e Batico

Mixto 3×1 Paulistano / 12 de junho de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Benedito de Carvalho / Gols do Mixto: Batico (2) e Uirton / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Clarindo, Iris, Gerbes, Cajabi, Hugo, Mingote, Uirton e Batico

Mixto 3×0 Atlético / 03 de julho de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Rafael Di Giorgi / Gols do Mixto: Uirton (2) e Mingote / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Gerbes, Clarindo, Cajabi, Uirton, Mongote, Iris, Batico e Darcy

Mixto 0x2 Americano / 31 de julho de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Benedito de Carvalho / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Clarindo, Iris, Gerbes, Alan, Uirton, Mingote, Batico e Cajabi.

Mixto 2×0 Dom Bosco / 14 de agosto de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Edu Xavier / Gols do Mixto: Cajabi e Iris / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Clarindo, Alan, Gerbes, Iris, Mingote, Uirton, Cajabi e Batico

Mixto 2×2 Moto / 11 de setembro de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: José Affi / Gols do Mixto: Batico e Mingote / Mixto: Dito, José Bais, Uir, Gerbes, Alan, Chupapalha, Cajabi, Iris, Uirton, Mingote e Batico

Mixto 6×1 Paulistano / 25 de setembro de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Benedito do Nascimento / Gols do Mixto: Batico (3), Bagaço, Alan e Uirton / Mixto: Dito, Uir, Chupapalha, Clarindo, Alan, Gerbes, Bagaço, Cajabi, Iris, Uirton e Batico

Mixto 4×1 Atlético / 02 de outubro de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: Rubens Ramos de Morais / Gols do Mixto: Alan, Bagaço, Uirton e Batico / Mixto: Dito, Chupapalha, Uir, Gerbes, Alan, Clarindo, Bagaço, Cajabi, Iris, Uirton e Batico

Mixto 4×2 Americano / 16 de outubro de 1949 / Campo do Bosque Municipal, em Cuiabá / Árbitro: José Affi / Gols do Mixto: Batico (3) e Iris / Mixto: Dito, Edgar Curvo, Uir, Clarindo, Gerbes, Cajabi, Bagaço, Iris, Uirton e Batico.

Fonte: Sérgio Santos

ABC Futebol Clube (Natal – RN) – Campeão Potiguar de 1953

16.08.1953
ABC 2×1 Alecrim (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
23.08.1953
ABC 3×0 Riachuelo (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
30.08.1953
ABC 0x1 Santa Cruz (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
24.09.1953
ABC 5×0 Atlético (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
25.10.1953
ABC 0x0 América (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
01.11.1953
ABC 6×0 Potiguar (Parnamirim), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
26.11.1953
ABC 2×0 Alecrim (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
20.02.1954
ABC 4×0 Potiguar (Parnamirim), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
07.03.1954
ABC 2×1 Santa Cruz (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
18.03.1954
ABC 8×0 Riachuelo (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
21.03.1954
ABC 1×1 Alecrim (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
28.03.1954
ABC 1×1 América (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
25.04.1954
ABC 3×2 América (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal
02.05.1954
ABC 3×2 América (Natal), Estádio Juvenal Lamartine em Natal

Fonte: Marcos Trindade

Mixto Esporte Clube (Cuiabá – MT) – Campeão Matogrossense de 1970

Mixto 2×0 São Cristóvão / 26 de julho de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.392,00 / Árbitro: Airton de Souza Franco / Gols do Mixto: Valtinho e Jaburu / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Ruiter, Filinto, Wilson (Arnon), Valtinho e Jaburu

Mixto 1×0 Real Madrid / 09 de agosto de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.365,00 / Árbitro: Antônio Ângelo / Gol do Mixto: Wilson / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Ruiter, Filinto (Ariel), Wilson (Arnon), Valtinho e Jaburu

Mixto 2×0 Comercial / 30 de agosto de 1970 / Estádio Neco Falcão, em Poconé / Renda: Cr$ 2.156,00 / Árbitro: Airton de Souza Franco / Gols do Mixto: Ruiter e Valtinho / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Ruiter, Filinto, Wilson, Valtinho e Jaburu

Mixto 0x0 Palmeiras / 20 de setembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 4.021,00 / Árbitro: Airton de Souza Franco / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Ruiter, Filinto, Wilson (Ariel), Valtinho e Jaburu

Mixto 4×4 Dom Bosco / 04 de outubro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 18.830,00 / Árbitro: Gualter Portela Filho / Gols do Mixto: Valtinho (2), Ariel e Ruiter / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Rômulo, Ariel, Valtinho, Ruiter e Arnon

Mixto 1×0 Dom Bosco / 25 de outubro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 12.360,00 / Árbitro: Joaquim Gonçalves / Gol do Mixto: Adalberto / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Luziano Adão, Adalberto, Ruiter, Arnon, Ariel, Wilson (Jaburu) e Valtinho

Mixto 2×2 Palmeiras / 01 de novembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 3.415,00 / Árbitro: Airton de Souza Franco / Gols do Mixto: Valtinho (2) / Mixto: Fulepa (Zé Rondonópolis), JK, Felizardo, Glauco, Luziano Adão (Nenê), Adalberto, Ruiter, Arnon, Ariel, Wilson e Valtinho

Mixto 3×0 Real Madrid / 06 de novembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Antônio Ângelo / Gols do Mixto: JK, Valtinho e Ruiter / Mixto: Fulepa, JK, Felizardo, Glauco, Nenê, Adalberto, Ruiter, Arnon, Ariel (Rômulo), Valtinho e Filinto

Mixto 3×0 São Cristóvão / 22 de novembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.405,00 / Árbitro: Rubens Francini / Gols do Mixto: Filinto (2) e Valtinho / Mixto: Fulepa, JK, Luziano Adão, Glauco, Nenê, Adalberto, Rômulo (Arnon), Ariel, Filinto, Valtinho e Ruiter

Mixto 3×3 Comercial / 06 de dezembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 9.830,00 / Árbitro: Conrado Patrocinio Junior / Gols do Mixto: Valtinho, Filinto e Ruiter / Mixto: Fulepa, JK, Luziano Adão, Glauco, Nenê (Felizardo), Adalberto, Ruiter, Arnon (Rômulo), Ariel, Filinto e Valtinho

Mixto 2×0 Palmeiras / 14 de dezembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 4.850,00 / Árbitro: Rubens Francini / Gols do Mixto: Wilson (2) / Mixto: Zé Rondonópolis, JK (Nenê), Felizardo, Glauco, Severino, Rômulo, Filinto, Ruiter, Ariel, Wilson e Jaburu (Arnon)

Mixto 0x0 Dom Bosco / 22 de dezembro de 1970 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 12.127,00 / Árbitro: José Mário Vinhas / Mixto: Fulepa (Zé Rondonópolis), JK, Felizardo, Glauco, Luziano Adão, Rômulo, Filinto, Ruiter, Ariel, Wilson (Arnon) e Valtinho

Mixto 2×1 Comercial / 17 de janeiro de 1971 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Carlos Costa / Gols do Mixto: Valtinho, Filinto e Silvio Berto / Mixto: Zé Rondonópolis, JK, Felizardo, Glauco, Luziano Adão, Adalberto, Rômulo (Arnon), Ariel, Filinto, Valtinho e Ruiter (Jaburu)

Mixto 2×1 Comercial / 24 de janeiro de 1971 / Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 12.156,00 / Árbitro: Carlos Costa / Gols do Mixto: Jaburu e Ruiter / Mixto: Zé Rondonópolis, JK, Felizardo, Glauco, Luziano Adão, Adalberto, Rômulo, Ariel (Jaburu), Filinto, Valtinho e Ruiter.

Fonte: Sérgio Santos

Associação Portuguesa de Desportos (São Paulo – SP) – Campeã do Torneio Rio-São Paulo de 1955

Portuguesa 1×3 Botafogo / 09.04.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Mário Vianna / Gols – Edmur, Dino (2) e Garrincha / Portuguesa: Lindolfo, Nena e Floriano. Djalma Santos, Reinaldo e Zinho. Edmur, Zé Amaro, Ipojucan (Osvaldinho), Atis (Airton) e Ortega / Botafogo: Lugano Orlando Maia e Tomé. Ruarinha (Bob) Danilo e Nilton Santos. Garrincha, Quarentinha (Paulinho) Vinicius, Dinho e Helio

Portuguesa 5×5 Corinthians / data: 14.04.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: João Etzel / Gols: Ortega, Julinho, Airton, Edmur, Atis, Nonô (2), Simão, Cláudio e Luizinho / Portuguesa: Lindolfo, Nena e Floriano. Djalma Santos, Ceci e Zinho. Julinho (Edmur), Zé Amaro, Airton (Ipojucan), Atis e Ortega / Corinthians: Gilmar (Cerri), Homero e Olavo. Idario, Goiano e Roberto. Cláudio, Luizinho, Carbone, Nonô e Simão

Portuguesa 4×2 América / 17.04.1955 / Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Antonio Musitano / Gols: Airton (2), Edmur (2), Canário e Washington / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano. Djalma Santos, Ceci e Zinho. Julinho, Zé Amaro, Airton (Atis) Edmur e Ortega (Ipojucan) / América: Osny, Cacá e Osmar ((Agnelo). Ivan, Osvaldinho e Helio. Canário, Vassil, Washington, J.Alves (Ramos) e Ferreira

Portuguesa 2×0 São Paulo / 20.04.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Abílio Ramos / Gols – Julinho e Edmur / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano. Djalma Santos (Hermínio), Ceci e Zinho. Julinho, Zé Amaro, Airton (Ipojucan) Edmur e Ortega (Osvaldinho) / São Paulo: Poy, Clélio e De Sordi. Pian, Alfredo e Turcão. Haroldo, Dino, Lanzoninho (Gino). Roque e Valter (Osvaldo)

Portuguesa 5×2 Palmeiras / 27.04.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: João Baptista Laurito / Gols: Edmur (2), Julinho, Atis (2), Rodrigues e Ney / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano. Djalma Santos (Hermínio), Ceci e Zinho. Julinho (Atis), Zé Amaro, Airton (Ipojucan) Edmur e Ortega / Palmeiras: Cavani, Manuelito e Cação (Mario). Valdemar, Fiume e Dema. Moacir (Bernardi), Liminha, Ney (Ivan), Jair e Rodrigues

Portuguesa 1×1 Flamengo / 01.05.1955 / Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Abílio Ramos / Gols: Airton e Djalma Santos (contra) / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano. Djalma Santos, Brandãozinho (Ceci) e Zinho. Julinho, Airton (Atis), Edmur, Zé Amaro (Ipojucan) e Ortega / Flamengo: Ari, Torimes e Pavão. Servilio, Jadir e Jordan. Duca, Rubens, Índio, Henrique e Babá

Portuguesa 5×1 Santos / 04.05.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Vladimir Aleksandrov / Gols: Edmur (2), Julinho, Ipojucan, Formiga (contra) e Tite / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano. Djalma Santos, Brandáozinho (Ceci) e Zinho. Julinho, Airton (Zé Amaro), Ipojucan, Edmur e Ortega / Santos: Walter, Wilson e Feijó. Cássio, Formiga e Urubatão. Elzo, Ivan (Fernando) Álvaro, Del Vecchio e Tite (Pepe)

Portuguesa 3×1 Fluminense / 08.05.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Mario Vianna / Gols – Edmur, Ortega, Julinho e Quincas / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano (Reinaldo). .Djalma Santos, Brandáozinho e Zinho (Ceci). Julinho, Ipojucan, Airton (Zé Amaro), Edmur e Ortega / Fluminense: Veludo, Pindaro e Pinheiro. Vitor (Edson) Clovis e Lafaiete. Telê, Robson (Valdo) Didi, João Carlos e Quincas

Portuguesa 0x0 Vasco da Gama / 11.05.1955 / Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Abílio Ramos / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano (Reinaldo). Djalma Santos, Brandãozinho e Zinho (Ceci). Osvaldinho (Atis), Ipojucan (Zé Amaro), Airton, Edmur e Ortega / Vasco da Gama: Victor Gonzalez, Paulinho e Belini. Jofe, Eli e Dario. Sabará (Iedo), Maneca, Ademir (Vavá), Pinga e Silvio Parodi

Portuguesa 2×2 Palmeiras / 29.05.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Mario Vianna / Gols:– Edmur, Airton, Renato e Ivan / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano Djalma Santos, Brandáozinho e Zinho. Edmur, Ipojucan, Airton, Atis e Ortega (Zé Amaro) / Palmeiras: Laércio, Manuelito e Valdir ((Mario). Belmiro, Valdemar e Gersio. Renato, Humberto, Ney (Liminha) Ivan e Rodrigues.

Portuguesa 2×0 Palmeiras / 05.06.1955 / Pacaembu, em São Paulo / Árbitro: Mário Vianna / Gols: Julinho e Ipojucan / Portuguesa: Cabeção, Nena e Floriano Djalma Santos, Brandáozinho e Zinho. Julinho, Ipojucan, Airton, Edmur e Ortega / Palmeiras: Laércio, Manuelito e Mario. Belmiro, Valdemar e Gersio. Renato, Humberto, Ney, Ivan e Rodrigues

Fonte: Toninho Sereno

Clube de Regatas Vasco da Gama (Rio de Janeiro – RJ) – Campeão Carioca de 1952

Vasco da Gama 5×2 Madureira / 17 de agosto de 1952 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Gols: Ademir (2), Maneca, Ipojucan, Darci (contra), Evaristo e Betinho / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 48.146,30 / Vasco da Gama: Ernani; Augusto e Bellini; Eli, Danilo e Jorge; Friaça, Ademir, Maneca, Ipojucan e Chico / Madureira: Irezê; Weber e Bitum; Claudionor, Darci e Valter; Betinho, Vadinho, Evaristo, Silvinho e Osvaldinho

Vasco da Gama 2×1 Canto do Rio / 23 de agosto de 1952 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Gols: Friaça, Maneca e Edir / Árbitro: Tudor Thomas / Renda: Cr$ 27.979,60 / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Bellini; Eli, Danilo e / Jorge; Friaça, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / Canto do Rio: Marujo; Nanati e Cosme; Wagner, Valter e Zé Sousa; Miltinho, Carango, Raimundo, Edir e Jairo

Vasco da Gama 5×2 Bonsucesso / 31 de agosto de 1952 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Árbitro: George Deakin / Renda: Cr$ 64.220,20 / Gols: Edmur (3), Ademir (2), Naninho e Wassil / Vasco da Gama: Herrera; Augusto e Bellini; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Maneca, Ipojucan e Jansen / Bonsucesso: Paulista; Elias e Waldir; Urubatão, Gilberto e Lusitano; Malinho, Wassil, Saladuro, Naninho e Hélio

Vasco da Gama 6×2 Bangu / 7 de setembro de 1952 / Estádio do Maracaná, no Rio de Janeiro  / Árbitro: Tudor Thomas / Renda: Cr$ 763.633,00 / Gols: Maneca (3), Ipojucan (2), Ademir, Zizinho e Menezes / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / Bangu: Osvaldo; Rafanelli e Tórbis; Djalma, Zózimo e Lito; Reis, Vermelho, Zizinho, Menezes e Nívio

Vasco da Gama 0x1 Fluminense / 21 de setembro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 1.703.864,90 / Gol: Marinho / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Maneca, Ademir, Ipojucan e Chico / Fluminense: Castilho; Píndaro e Pinheiro; Edson, Jair e Bigode; Telê, Didi, Marinho, Orlando e Quincas

Vasco da Gama 3×2 Flamengo / 28 de setembro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Sidney Jones / Renda: Cr$ 1.569.594,10 / Gols: Ademir (2), Edmur, Rubens e Eli (contra) / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / Flamengo: Garcia; Biguá e Pavão; Jadir, Dequinha e Jordan; Joel, Rubens, Adão, Benítez e Esquerdinha

Vasco da Gama 2×1 Olaria / 5 de outubro de 1952 / Estádio da rua Bariri, no Rio de Janeiro / Árbitro: Sidney Jones / Renda: Cr$ 102.079,50 / Gols: Ademir, Edmur e Cidinho / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Alfredo, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Maneca, Ipojucan e Chico / Olaria: Celso; Osvaldo e Jorge; Hilton Viana, Moacir e Ananias; Lupércio, Lima, Maxwell, Washington e Cidinho

Vasco da Gama 1×1 Botafogo / 11 de outubro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 512.265,40 / Gols: Zezinho e Ademir / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / Botafogo: Osvaldo; Orlando Maia, Gérson e Floriano; Juvenal, Ruarinho e Santos; Paraguaio, Bravo, Zezinho e Braguinha

Vasco da Gama 3×0 América / 18 de outubro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Alberto da Gama Malcher / Renda: Cr$ 349.735,50 / Gols: Chico, Ipojucan e Ademir / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Friaça, Ademir, Maneca, Ipojucan e Chico / América: Osni; Joel e Edson; Rubens, Osvaldinho e Ivan; Guilherme, Maneca, Leônidas, Genê e Jorginho

Vasco da Gama 2×1 São Cristóvão / 25 de outubro de 1952 / Estádio da rua Figueira de Melo, no Rio de Janeiro  / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 91.114,30 / Gols: Edmur, Chico e Humberto / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / São Cristóvão: Borracha; Laerte e Aloísio; Índio, Bulau e Nei; Motorzinho, Humberto, Cabo Frio, Ivan e Carlinhos

Vasco da Gama 3×1 São Cristóvão / 9 de novembro de 1952 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 109.697,80 / Gols: Ipojucan, Ademir,  Maneca e Humberto / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / São Cristóvão: Borracha; Laerte e Aloísio; Índio, Bulau e Nei; Motorzinho, Humberto, Cabo Frio, Ivan e Carlinhos

Vasco da Gama 1×0 Canto do Rio / 23 de novembro de 1952 / Estádio Caio Martins, em Niterói / Árbitro: Tudor Thomas / Renda: Cr$ 200.196,00 / Gol: Chico / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Edmur, Ademir, Maneca, Ipojucan e Chico / Canto do Rio: Marujo; Wagner e Cosme; Edésio, Walter e Heber; Miltinho, Jaime, Flore, Almir e Jairo

Vasco da Gama 1×0 Botafogo / 30 de novembro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Dickens / Renda: Cr$ 707.474,30 / Gol: Ademir / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Genuíno, Maneca, Ademir e Chico / Botafogo: Osvaldo; Gérson e Santos; Arati, Richard e Juvenal; Geraldo, Ceci, Bravo, Zezinho e Paraguaio

Vasco da Gama 3×0 Madureira / 7 de dezembro de 1952 / Estádio da rua Conselheiro Galvão, no Rio de Janeiro / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 201.166,00 / Gols: Sabará (2) e Maneca / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Ademir, Ipojucan, Maneca e Chico / Madureira: Irezê; Mário e Darci; Alcebíades, Bitum e Walter; Evaristo, Mundica, Rato, Paulinho e Osvaldinho

Vasco da Gama 1×0 Flamengo / 14 de dezembro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Tudor Thomas / Renda: Cr$ 2.068.458,10 / Gol: Ademir / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Ademir, Ipojucan, Alfredo e Chico / Flamengo: Garcia; Leoni e Pavão; Jadir, Dequinha e Beto; Joel, Índio, Adão, Benítez e Esquerdinha

Vasco da Gama 2×0 América / 28 de dezembro de 1952 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Tudor Thomas / Renda: Cr$ 543.003,00 / Gols: Alfredo e Chico / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Ipojucan, Ademir, Alfredo e Chico / América: Osni; Joel e Osmar; Rubens, Osvaldinho e Ivan; Pepe, Guilherme, Leônidas, Genê e Jorginho

Vasco da Gama 4×1 Bonsucesso / 3 de janeiro de 1953 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: George Deakin / Renda: Cr$ 179.828,40 / Gols: Edmur (2), Ipojucan (2) e Wassil / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Alfredo, Ipojucan, Edmur e Chico / Bonsucesso: Ari; Urubatão e Flávio; Garcia, Décio e Lusitano; Nicola, Wassil, Tião, Soca e Olício

Vasco da Gama 2×2 Fluminense / 11 de janeiro de 1953 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Mário Gonçalves Vianna / Renda: Cr$ 1.311.175,80 / Gols: Alfredo, Chico, Didi e Telê / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Ademir, Ipojucan, Alfredo e Chico / Fluminense: Castilho; Píndaro e Pinheiro; Jair, Edson e Bigode; Telê, Vilalobos, Marinho, Didi e Quincas

Vasco da Gama 2×1 Bangu / 15 de janeiro de 1953 / Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro / Árbitro: Alberto da Gama Malcher / Renda: Cr$ 486.304,30 / Gols: Ipojucan, Vavá e Zizinho / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Ademir, Ipojucan, Vavá e Chico / Bangu: Fernando; Rafanelli e Tórbis; Djalma, Pinguela e Lito; Moacir Bueno, Décio, Zizinho, Menezes e Nívio

Vasco da Gama 1×0 Olaria / 20 de janeiro de 1953 / Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro / Árbitro: George Deakin / Renda: Cr$ 84.071,20 / Gol: Sabará / Vasco da Gama: Barbosa; Augusto e Haroldo; Eli, Danilo e Jorge; Sabará, Edmur, Ipojucan, Vavá e Chico / Olaria: Aparício; Job e Jorge; Olavo, Moacir e Ananias; Tião, Washington, Maxwell, J. Alves e Lima

Fonte: Jorge Costa

Mixto Esporte Clube (Cuiabá – MT) – Campeão Matogrossense de 1965

Mixto 3×1 XV de Novembro / Data: 22.05.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Gilberto da Costa / Gols: Albino (2) e Felizardo / Mixto: Tira, Zé Maria, Felizardo, Severino, Pelé, J. Alves, Evaristo, Rômulo, Almiro, Edy (Glauco) e Albino

Mixto 9×0 Campinas / Data: 06.06.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Martinho Bernardo / Gols: Rômulo (4), Ruiter (4) e Edmundo / Mixto: Tira, Zé Maria, Felizardo, Glauco, Severino, J. Alves, Ruiter, Jaburu, Edmundo, Rômulo e Albino

Mixto 6×3 Palmeiras / Data: 19.06.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Martinho Bernardo / Gols: Ruiter (5) e Jaburu / Mixto: Julio César (Tira), Zé Maria, Felizardo, J. Alves, Glauco, Pelé, Jaburu (Lito), Rômulo, Edmundo, Ruiter e Albino

Mixto 5×0 Riachuelo / Data: 04.07.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Gilberto da Costa / Gols: Albino (2), Rômulo, Ruiter e Lito / Mixto: Julio César (Tira), Laelson, Felizardo, Glauco, Pelé, J. Alves, Rômulo, Jaburu (Lito), Edmundo, Ruiter e Albino

Mixto 1×1 Dom Bosco / Data: 18.07.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Wilson Ademar Buzo / Gol: Lito / Mixto: Tira, Laelson, Felizardo, J. Alves, Glauco, Pelé, Edmundo, Rômulo, Lito, Ruiter e Albino

Mixto 2×1 Operário / Data: 08.08.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Wilson Ademar Buzo / Gols: Jaburu e Ruiter / Mixto: Julio César, Edmundo, Severino, Glauco, Rômulo, Pelé, Eduardo (J. Alves), Jaburu, Felizardo, Ruiter e Albino

Mixto 3×2 Atlético / Data: 15.08.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: João Batista Jaudy / Gols: Ruiter (2) e Felizardo / Mixto: Julio César, Edmundo, Severino, Glauco, Pelé, Rômulo, Ruiter, Jaburu, Lito, Felizardo e Albino

Mixto 6×2 Riachuelo / Data: 12.09.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Martinho Bernardo / Gols: Albino (2), Jaburu (2), Almiro e Felizardo / Mixto: Julio César (Tira), Edmundo, Severino, Glauco, Pelé, Rômulo, Ruiter, Almiro, Jaburu, Felizardo e Albino

Mixto 4×0 Palmeiras / Data: 26.09.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Manoel Miguel Rodrigues / Gols: Jaburu, Ruiter, Almiro e Felizardo / Mixto: Tira, Edmundo, Severino, Rômulo, Glauco, Pelé, Almiro, Jaburu, Felizardo, Ruiter e Albino (J. Alves)

Mixto 1×0 Atlético / Data: 17.10.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Wilson Ademar Buzo / Gol: Rômulo / Mixto: Julio César, Edmundo, Felizardo, Rômulo, Glauco, Pelé, Almiro, Jaburu, Lito (Severino), Ruiter e Albino

Mixto 4×2 Dom Bosco / Data: 31.10.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: Wilson Ademar Buzo / Gols: Ruiter (2), Albino e Lito / Mixto: Tira, Edmundo, Severino, Rômulo, Glauco, Pelé, Jaburu, Lito, Felizardo, Ruiter e Albino

Mixto 2×3 Operário / Data: 09.11.1965 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Árbitro: João Bosco Monteiro / Gols: Lito (2) / Mixto: Tira, Edmundo, Severino, Rômulo, Glauco, Pelé, Jaburu, Lito, Ruiter, Felizardo e Albino

Fonte: Sérgio Santos

Alecrim Futebol Clube (Natal – RN) – Campeão Potiguar de 1968

Alecrim 3×2 Riachuelo
Data: 07 de abril de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Jader Correia
Renda: Cr$ 2.448,00
Gols: Icário, Gonzaga, Burunga, Reis Lima e Creso

Alecrim 2×1 América
Data: 24 de abril de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Jader Correia
Renda: Cr$ 4.895,00
Gols: Icário, Galdino e Assis

Alecrim 5×0 Atlético
Data: 05 de maio de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Ailton Messias
Renda: Cr$ 2.065,00
Gols: Icário (3), Zezé e Élson

Alecrim 1×1 ABC
Data: 12 de maio de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Jader Correia
Renda: Cr$ não disponível
Gols: Piaba (contra) e Cocó

Alecrim 3×1 Ferroviário
Data: 19 de maio de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Wellington Ramos
Renda: Cr$ 1.409,00
Gols: Élson (2), Valdomiro e Célio

Alecrim 1×0 Riachuelo
Data: 29 de maio de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Nelson Luzia
Renda: Cr$ 1.450,00
Gol: Abraão (contra)

Alecrim 2×2 América
Data: 16 de junho de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Jader Correia
Renda: Cr$ 6.167,00
Gols: Élson, Burunga, Evaldo e Lolô

Alecrim 4×0 Atlético
Data: 26 de junho de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Luiz Meireles
Renda: Cr$ 1.318,00
Gols: Burunga, Élson, Icário e Zezé

Alecrim 1×1 ABC
Data: 03 de julho de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Ailton Messias
Renda: Cr$ 12.050,00
Gols: Burunga e Alberi

Alecrim 2×0 Ferroviário
Data: 10 de julho de 1968
Local: Estádio Juvenal Lamartine, em Natal
Árbitro: Luiz Meireles
Renda: Cr$ 2.352,00
Gols: Icário e Élson

Fonte: Ricardo Amaral

Clube Atlético Silex (São Paulo) – Campeão Paulista – 2ª Divisão – 1925

03.05.1925
Silex 12×0 Palmeiras (São Paulo), em São Paulo
17.05.1925
Silex 4×0 Independência (São Paulo), em São Paulo
07.06.1925
Silex 5×1 Barra Funda (São Paulo), em São Paulo
21.06.1925
Silex 6×1 Ítalo (São Paulo), em São Paulo
05.07.1925
Silex 5×0 União Brasil (São Paulo), em São Paulo
10.07.1925
Silex 4×0 São Geraldo (São Paulo), em São Paulo
23.08.1925
Silex 4×0 União Belém (São Paulo), em São Paulo
06.09.1925
Silex 1×0 1ºde Maio (São Bernardo do Campo), em São Paulo
13.09.1925
Silex 3×1 República (São Paulo), em São Paulo
27.09.1925
Silex 1×1 Antarctica (São Paulo), em São Paulo
11.10.1925
Silex 3×0 Flor do Belém (São Paulo), em São Paulo
18.10.1925
Silex 4×1 República (São Paulo), em São Paulo
25.10.1925
Silex 1×0 Antarctica (São Paulo), em São Paulo
08.11.1925
Silex 3×3 Independência (São Paulo), em São Paulo
15.11.1925
Silex 2×1 1ºde Maio (São Bernardo do Campo), em São Paulo
22.11.1925
Silex 2×0 Barra Funda (São Paulo), em São Paulo

Fonte: Arquivos do Autor

Clube Atlético São Francisco (São Francisco do Sul) – Campeão de Joinville (SC) em 1949

26.06.1949
Atlético 2×1 Caxias (Joinville), em São Francisco do Sul
03.07.1949
Atlético 6×1 Riachuelo (Joinville), em Joinville
24.07.1949
Atlético 3×2 Flamengo (Joinville), em Joinville
21.08.1949
Atlético 4×1 América (Joinville), em São Francisco do Sul
28.86.1949
Atlético 3×1 Caxias (Joinville), em Joinville
04.09.1949
Atlético 4×1 Riachuelo (Joinville), em São Francisco do Sul
18.09.1949
Atlético 4×1 Flamengo (Joinville), em São Francisco do Sul
15.11.1949
Atlético W0x0 América (Joinville), em Joinville

Fonte: Cícero Urbanski

Caxias Futebol Clube (Joinville) – Campeão Catarinense de 1929

08.12.1929
Caxias 1×0 América (Joinville), em Joinville
15.12.1929
Caxias 3×0 Lauro Muller (Itajaí), em Joinville
05.01.1930
Caxias 1×0 Pery (Mafra), em Joinville
13.05.1930
Caxias 7×3 Adolfo Konder (Florianópolis), em Florianópolis

Fonte: Cícero Urbanski

Palmital Atlético Clube (Palmital – SP) – Campeão Paulista – 3ª Divisão – 1987

24.05.1987
Palmital 1×0 Ranchariense (Rancharia), em Rancharia
31.05.1987
Palmital 1×0 Beira Rio (Presidente Epitácio), em Palmital
03.06.1987
Palmital 0x1 Corinthians (Presidente Wenceslau), em Presidente Wenceslau
07.06.1987
Palmital 3×0 São Bento (Marília), em Palmital
11.06.1987
Palmital 0x1 Paraguaçuense (Paraguaçu Paulista), em Paraguaçu Paulista
18.06.1987
Palmital 2×0 Pirajú (Pirajú), em Palmital
21.06.1987
Palmital 1×0 Ranchariense (Rancharia), em Palmital
28.06.1987
Palmital 2×2 Beira Rio (Presidente Epitácio), em Presidente Epitácio
02.07.1987
Palmital 1×1 Corinthians (Presidente Wenceslau), em Palmital
04.07.1987
Palmital 1×0 São Bento (Marília), em Marília
09.07.1987
Palmital 2×0 Paraguaçuense (Paraguaçu Paulista), em Palmital
19.07.1987
Palmital 1×0 Pirajú (Pirajú), em Pirajú
26.07.1987
Palmital 0x0 Matonense (Matão), em Matão
29.07.1987
Palmital 1×0 Tupã (Tupã), em Palmital
02.08.1987
Palmital 0x1 José Bonifácio (José Bonifácio), em José Bonifácio
05.08.1987
Palmital 2×1 José Bonifácio (José Bonifácio), em Palmital
09.08.1987
Palmital 1×1 Matonense (matão), em Palmital
12.08.1987
Palmital 1×1 Tupã (Tupã), em Tupã

Fonte: Arquivos do Autor

Clube Atlético Matogrossense (Cuiabá – MT) – Campeão Cuiabano de 1956

Atlético 2×1 XV de Novembro / Data: 27.05.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.430,00 / Árbitro: Elpidio Gonçalves Preza / Gols do Atlético: Ariel e Luiz Toucinho / Atlético: Levy, Guiauro, Vital, Sebastião, João 19, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Bianchi e Proença

Atlético 5×0 Palmeiras / Data: 08.07.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.955,00 / Árbitro: Samuel Torquato da Silva / Gols do Atlético: Proença (2), Bianchi (2) e Ataíde / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Ataíde, Bianchi e Proença

Atlético 5×0 Campinas / Data: 29.07.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 3.000,00 / Árbitro: Elpidio Gonçalves Preza / Gols do Atlético: Proença (2), Ariel, Bianchi e Luiz Toucinho / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Proença, Bianchi e Bosco

Atlético 2×1 Cruzeiro / Data: 19.08.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 6.900,00 / Árbitro: Elpidio Gonçalves Preza / Gols do Atlético: Bianchi (2) / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel Portela, Preto, Bianchi e Proença

Atlético 1×0 Dom Bosco / Data: 02.09.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 12.500,00 / Árbitro: Elpidio Gonçalves Preza / Gol do Atlético: Preto / Atlético: Levy, Luiz Tocuinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó, Ariel, Portela, Preto, Bianchi e Proença

Atlético 2×3 Santo Antônio / Data: 15.09.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 3.415,00 / Árbitro: José B. Pinto / Gols do Atlético: Preto e Bianchi / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Luiz Guimarães, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Preto, Bianchi e Proença

Atlético 1×0 Mixto / Data: 30.09.1956 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 14.970,00 / Árbitro: Francisco Moreno / Gol do Atlético: Preto / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Preto, Bianchi e Proença

Atlético 1×1 XV de Novembro / Data: 13.01.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 2.600,00 / Árbitro: João Batista de Carvalho / Gol do Atlético: Preto / Atlético: Fulepa, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ataíde, Portela, Vico, Preto e Batista

Atlético 2×3 Cruzeiro / Data: 26.01.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 1.260,00 / Árbitro: João Batista de Carvalho / Gols do Atlético: Portela e Ariel / Atlético: Antônio, Luiz Toucinho, Vital, Sebastião, Guiauro, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Edson, Preto e Ataíde

Atlético 15×1 Santo Antônio / Data: 16.02.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 1.245,00 / Árbitro: José B. Pinto / Gols do Atlético: Luiz Toucinho (6), Preto (4), Ariel (2), Ataíde (2) e Portela / Atlético: Fulepa, Guiauro, Vital, Robustiano, Sebastião, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Preto e Ataíde

Atlético 5×1 Campinas / Data: 24.02.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 4.090,00 / Árbitro: Beendito Rodrigues de Souza / Gols do Atlético: Luiz Toucinho (2), Preto (2) e Totó Traçaia / Atlético: Fulepa, Guiauro, Vital, Robustiano, Sebastião, Totó Traçaia, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Preto e Ataíde

Atlético 3×2 Palmeiras / Data: 16.03.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 3.385,00 / Árbitro: Florizel Soares da Silva / Gols do Atlético: Ariel, Ataíde e Preto / Atlético: Fulepa, Guiauro, Vital, Lisboa, Sebastião, Ruy, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Preto e Ataíde

Atlético 2×1 Dom Bosco / Data: 24.03.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 18.230,00 / Árbitro: José Carlos Lopes / Gols do Atlético: Ariel e Luiz Toucinho / Atlético: Fulepa, Guiauro, Vital, Robustiano, Sebastião, Dilson, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Preto e Ataíde

Atlético 3×1 Mixto / Data: 21.04.1957 / Local: Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá / Renda: Cr$ 14.080,00 / Árbitro: Dimas Carrate / Gols do Atlético: Luiz Toucinho, Ataíde e Portela / Atlético: Fulepa, Guiauro, Vital, Robustiano, Sebastião, Mário Tatu, Ariel, Portela, Luiz Toucinho, Preto e Ataíde

Fonte: Sérgio Santos

América Futebol Clube (Belo Horizonte – MG) – Campeão Mineiro de 1948

09 de maio de 1948
América 1×0 Metalusina, em Barão de Cocais
16 de maio de 1948
América 2×0 Villa Nova, em Nova Lima
13 de junho de 1948
América 1×1 Cruzeiro, em Belo Horizonte
19 de junho de 1948
América 5×0 Sete de Setembro, em Belo Horizonte
27 de junho de 1948
América 5×1 Siderúrgica, em Belo Horizonte
04 de julho de 1948
América 0x3 Atlético, em Belo Horizonte
25 de julho de 1948
América 2×0 Sete de Setembro, em Belo Horizonte
08 de agosto de 1948
América 1×1 Villa Nova, em Belo Horizonte
15 de agosto de 1948
América 3×1 Metalusina, em Belo Horizonte
05 de setembro de 1948
América 2×1 Cruzeiro, em Belo Horizonte
12 de setembro de 1948
América 2×1 Siderúrgica, em Sabará
19 de setembro de 1948
América 1×3 Atlético, em Belo Horizonte
26 de setembro de 1948
América 5×0 Siderúrgica, em Belo Horizonte
10 de outubro de 1948
América 4×1 Sete de Setembro, em Belo Horizonte
31 de outubro de 1948
América 2×0 Cruzeiro, em Belo Horizonte
07 de novembro de 1948
América 3×2 Metalusina, em Belo Horizonte
21 de novembro de 1948
América 0x0 Villa Nova, em Belo Horizonte
28 de novembro de 1948
América 3×1 Atlético, em Belo Horizonte

Fonte: Gazeta Esportiva / SP